<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5890420\x26blogName\x3dtorneiras+de+freud\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://torneirasdefreud.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://torneirasdefreud.blogspot.com/\x26vt\x3d6977037342804099436', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

7/06/2004

Frases que Oscar Wilde gostaria de ter dito , mas não disse e apeteceu –me uma blague megalómana , com ou sem sentido :


1)Prezo muito todas as pessoas que exercem artisticamente a futilidade.

2)Nos pequenos gestos de uma mulher, vislumbra-se tudo o que deve ocultar.

3)Em sociedade, as palavras são o sustento da maldade.

4)Na mulher que cora, a moral é dúbia.

5)A coragem é o mais belo artifício dos fracos.

6)No homem , a brutalidade é um preconceito contra a inteligência.

7)Chorar em público só é admissível quando as lágrimas são fingidas.

8)As mulheres sentem com palavras e agem silenciosamente; os homens sentem sem palavras e agem com estrépito; daí que o sucesso seja uma condição feminina.

9)A timidez é um bom recurso novelesco , mas na vida só devemos permitir-nos a ousadia.

10)A mais apreciável qualidade masculina é a pretensão de inocência .