<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5890420\x26blogName\x3dtorneiras+de+freud\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://torneirasdefreud.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://torneirasdefreud.blogspot.com/\x26vt\x3d6977037342804099436', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

1/04/2005

do pessimismo pictórico

(ou malevitch 1 , pollock 0)


olhando a alvura conspurcada da estação ferroviária da madalena , uma mulher comenta lastimosamente :
- eles riscam tudo , tudo...


3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

se riscam tudo...
Malevitch, 1 - Pollock, 1

11:24 da tarde  
Blogger Andreia said...

E em nós, também está tudo conspurcado por riscos?

2:07 da tarde  
Blogger anarresti said...

Há que conceder que, olhando para as paredes lusas, chegamos facilmente à conclusão que não temos muitos Basquiat entre nós... Mas o fenómeno em si é interessante e carece estudo e olhar mais atento e menos reprovador. É salutar se, quando pica o ferrão da necessidade de expressar o que incomoda cá dentro, se encontra forma de dizer o que está por dizer. Mas encontra-se mais, aqui no Porto é evidente, assinaturas, montes de assinaturas, apenas assinaturas por cima de assinaturas do nick de guerra que fazem adivinhar miúdos convertidos a uma cultura hip hop que está na mó de cima e que, suspeito, têm pouco a dizer...

4:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home